MÉTODO GUERUS 

 Regulação Eletrostática Humana 

DR. ROGÉRIO GUERREIRO

CRIADOR DO MÉTODO

O Método Guerus é uma terapia que surge da necessidade da regulação e reparametrização da energia electroestática no organismo humano, que por si só não consegue acompanhar a evolução científica e tecnológica dos tempos...

Desde os primórdios da origem humana que o organismo humano em ligação com todos os elementos da terra, se autorregulava através de cargas e descargas electroestáticas...

Com e evolução dos tempos, e por exemplo, com o simples facto de se usar calçado que inibe a transferência de energia, os soalhos que pavimentam todos os locais do nosso dia a dia, e que da mesma forma inibem essa transferência de energia, vários hábitos do quotidiano, todos esses pontos, fizeram com que o organismo perdesse os seus indicadores padrão e entrasse em resiliência ao seu correto e expectável funcionamento...

Após anos de pesquisa, a investigação e desenvolvimento, na tentativa da descoberta de um processo com a finalidade de restabelecer parametrização dos valores da energia electroestática no organismo humano, eis que surge pela mão do seu mentor, Dr. Rogério Guerreiro, uma terapia que através de estímulos electroestáticos aplicados em pontos específicos do corpo humano, se consegue finalmente restabelecer esses mesmos valores, regulando a carga positiva (prótons) ou a carga negativa (eletrons). E assim desde 2002, e em constante evolução, utiliza-se esta abordagem terapêutica para que através da parametrização de valores electroestáticos, seja possível recuperar funções perdidas ou até mesmo nunca adquiridas e preparar o organismo para que possa adquirir funções e capacidades para as quais tenha potencial, nomeadamente na cessação tabágica e controlo de peso / apetite.

Para finalizar, resta dizer que esta terapia não tem qualquer contraindicação ou efeito secundário, pelo que poderá ser, deste modo, aplicado a qualquer faixa etária, gênero

 ou sexo, de salientar também que se trata de uma terapia totalmente indolor e não invasiva...